sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Ill Go Crazy




Capítulo 1 - Motivos para odiá-los.

–Maya é a última vez que te chamo! – minha mãe berro pela quinta vez – Os seus irmãos já estão prontos eu já estou pronta só falta você! – ela berro outra vez, só que dessa vez estava dentro do meu quarto, berrando nos meus ouvidos.

–Mãe, eu estou na sua gente, para de berrar, criatura! – falei pegando minha mochila com toda a calma do mundo e guardando tudo que eu precisaria para o vôo, meu Iphone, meus Beats da Dr.Dre, meu Notebook, meu Ipad e algumas guloseimas caso sinta fome. – E fica calma, estou terminando aqui – falei apontando pra minha mochila.

–Como assim calma? Falta apenas duas horas para o nosso vôo, eu tenho que passar na casa dos meninos e pegá-los e isso leva uma eternidade com as mães chorando, eles se molegando, tenho que chegar na Austrália com todos sã e salvos, brigar com o gerente do hotel porque não querem me dar a maior quarto para os meninos ficarem juntos, aguentar vocês três brigando nos meus ouvidos e aguentar os cinco lá reclamando de saudades ou que estão com alguma dor, aguentar fãs o dia todo berrando no meu ouvido, e você me pede para ter calma? – ela falo meia que já ficando vermelha de raiva. Nossa ela desabafo agora.

Vou explicar para vocês, minha mãe é Macy Cowell, irmã do Simon Cowell que é nosso titio lindo. E isso faz ela ser psicóloga, executiva e ‘segunda mãe’ dos cindo panacas da banda One Direction.

E ela nos leva junto, eu, Myles e Mylor meus irmãos gêmeos. Somos trigêmeos. Então por isso a parte ‘aguentar vocês três brigando nos meus ouvidos’.

Eu odeio aqueles cinco. O Louis é retardado, o Harry um panaca molengão, o Niall é ligado no 220, o Liam é sem-sal e o Zayn é esquisito pra caralho!

Tenho três motivos básicos para odiá-los.

Primeiro: Eles roubam minha mãe de mim. Não que eu seja ciumenta, mas o tempo que ela poderia passar comigo e com os gêmeos ela passa com eles, os trata como filhos dela. É ridículo.

Segundo :Eles são chatos e frescos. Estão sempre com dor aqui e ali, um não come isso e não gosta daquilo. Tudo que minha mãe faz os envolve, ‘ai eu não vou fazer macarrão com molho de queijo porque o Zayn não gosta’ ou ‘ ai não vou comparar sorvete porque eles não podem comer’. É uma frescurada!

Terceiro: Eles nunca podem sair e com isso minha mãe não deixa eu e os gêmeos sair também. É sempre uma função, de fãs loucas, seguranças, gritaria, estresse para nós todos, shows e mais shows, entrevistas e mais entrevistas , horas e horas de eu e os gêmeos em uma sala branca só com um sofá e um frigobar que temos que esperar eles fazerem tudo isso que descrevi aí em cima. Odeio isso tudo!

Agora vocês me perguntam o porque que nós três não ficamos em casa com nosso pai...Aí eu respondo...Nosso pai é diretor musical deles então está sempre conosco. Não adianta nada nós reclamamos que não queremos ir porque nossos pais estão junto. Somos obrigados pela nossa mãe e pelo nosso pai á ir.

– Respira mãe – falei fechando minha mochila. – Oh olha, estou pronta – falei irônica e depositando um beijo na bochecha dela.

–Obrigada senhorita Maya – ela falo debochada.

Descemos as escadas e os gêmeos estavam sentados em cima das suas malas com cara de tédio.

–O pai ligo agora, eu falei que estamos em casa ainda e ele só falto enfarta. – falo Myles enquanto fazia alguma coisa em seu Iphone.

–Ah, ok. Agora já estamos saindo. – minha mãe falo. Meu pai já está na Austrália com os cangurus. Rá...brincadeira. Ele está na Austrália, mas sem os cangurus, eu acho.

Nos despedimos de Meg nossa empregada/babá e fomos para a van com o Josh que é nosso motorista e um dos seguranças dos cinco panacas.

Fomos em direção á uma pousada no interior de Londres onde os panacas e suas famílias estavam hospedados para passar as férias de duas semanas.

Chegamos lá e minha mãe para consolá-los e Josh para ajudar a trazer as malas desceram. Eu e os gêmeos ficamos no carro jogando PSP. Somos viciados em jogos. Mylor é um excelente Hacker. Ele é nosso nerd. Na verdade nós três somos meio nerds, trabalhamos na parte de mídia da One Direction, vou explicar, nós somos encarregados de manter o site oficial deles ativo,atualizado e com notícias e tal. Nós postamos fotos, escolhemos qual fotos do photoshop postaremos e as editamos e todo esse trabalho chato, mas é bom porque faço o que eu gosto que é passar o maior tempo possível na internet.

Se passou meia hora e nada dessa gente vir para irmos duma vez.

–Aff, vai chamá-los Myles – falei colocando meus pés para cima do banco.

–Ué, vai você! – ele falo sem tirar os olhos do jogo.

–Argh, Mylor vai lá – falei o encarando.

–Nem sonhando! – ele falo também sem tirar os olhos do PSP.

–Ah seus inúteis! O que vai acontecer se um de vocês ir lá?! – falei indignada.

–Você não vive jogando na nossa cara que você é a mais velha que tem sempre que fazer as coisas primeiro e ter preferência? Então estamos te dando a preferência de ir lá chamá-los. – falo Myles debochado e Mylor só gargalho e disse.

–Se fudeu, maninha mais velha! – ele falo sorrindo.

–Argh, garotos debochados! – falei abrindo a porta da van e saindo. Quando eles querem sabem ser bandidos. Nojentos.

Fui em direção á casa em que minha mãe entro. Ela era grande e bonita. Fui abrir a grande porta branca e Zayn me da um encontão e sai sem nem dizer ‘desculpa’.

–Eita garoto doido – falei o olhando. Ele ia apressado em direção á van.

–Desculpa Maya, o Zayn está um pouco nervoso. – falo Trisha se desculpando pelo filho mal educado. Eu já esperava isso do Zayn, ele é muito estranho.

–Não foi nada – falei sorrindo amarelo. -Ele só quase arranco o meu ombro. – falei rindo.

Ela sorrio e se sento ao lado de minha mãe no sofá. Entrei e encarei a negada. Harry estava no colo de sua mãe que chorava feito um bebê, Louis estava sentado ao meio de seus pais, Niall estava agarrado no pescoço de sua mãe e seu pai fazia carinho em suas costas e Liam consolava sua mãe que estava abraçada nele e que também chorava.

Fui para o lado de minha mamãe que conversava com Trisha sobre Zayn. A cutuquei.

–Mãe, vamos logo! – falei. Ela me encaro e me puxo para o canto da sala.

–Tudo bem, então vá achar o Zayn e nós vamos. – ela falo entre dentes me encarando.

–Ah eu que tenho que achar o louco depressivo? Não mesmo, ele é seu paciente. – eu falei á imitando, falando discretamente.

–Vá achá-lo pra mim, por favor?! Trisha está nervosa e isso só está nos empacando mais aqui – ela falo séria.

–Mas mãe, eu não gost...- ela me interrompeu.

–Por favor, Maya! Vá! – ela falo me empurrando. Aff agora eu tenho que fica atrás de louco depressivo.

Sai na área da casa olhando para os lados para vê se enxergava aquele retardado. Liguei para Mylor pra vê se Zayn estava na van, mas não estava. Beleza, ele está solto por ai, pensei.
CONTINUA...
Por ~VickyDrew       /      http://animespirit.com.br/fanfics

Nenhum comentário:

Postar um comentário